Seja bem-vindo(a)! Espero que goste do meu blog.

Quem é você?


Sem piadinhas, sem indiretas. Falando agora com seriedade...
Quanto que seus princípios valem pra você? Suas opiniões? Suas ideologias, ideias, convicções? Eles são quem você é? Quanto que você se esforça para ser quem você é?
É preciso resistência, e, se for pra cair, eu caio lutando. Eu luto até o último segundo. Eu dou meu sangue numa causa que acredito. Posso me arrepender depois, posso me arrepender de tanta agressividade e inflexibilidade? Posso até pensar que eu fui injusta, e realmente cogitar o que o outro lado tentava dizer?
É claro, eu sou humana.
Mas eu penso o seguinte...
Os meus princípios, as minhas opiniões, minhas ideologias, ideias e convicções são quem eu sou, e, para mim, eles valem mais que alguém ofendido por alguns minutos.
Se tem uma traição considerada a pior de todas, uma que nunca vai embora e vai te assombrar nos seus momentos mais sombrios, aquela que te leva a falar "po, eu devia ter falado/feito aquilo..." é aquela onde você trai a si mesmo. Essa, meu amigo, não vai embora nunca.

1920: Flappers

Os estrondosos anos 20 - ou roaring twenties
Como não amar?
Estou aqui hoje para falar de uma curiosidade que muito pouca gente conhece, e algo que me incomoda muito nas novelas que representam os anos 20 - logo mais, vão entender porquê. rs

Flappers e Garotas Gibson
As flappers sucederam as garotas Gibson ou Gibson Girls.

Garotas Gibson, ou Gibson Girls
Elas eram caracterizadas principalmente por suas longas madeixas românticas, presas no topo da cabeça de uma forma solta e fluida. Usavam vestidos de gola e longas saias, que iam até o pé, além de ainda conservarem o uso do corset (abandonado posteriormente pela necessidade de aço para a WWI). Eram chamadas de Gibson Girls por terem sido idealizadas pelo ilustrador Charles Dana Gibson, ou apenas Dana Gibson. Para ele, eram o ideal da beleza feminina.

Típica Gibson Girl, ilustração de Dana Gibson


As Garotas Gibson eram altamente femininas, mas já haviam conseguido superar vários obstáculos de gênero - agora, por exemplo, as mulheres já conseguiam praticar alguns esportes (que, para a época, já era um grande progresso).

Transição - De madeixas românticas a cabelos curtíssimos

Brasil, meu Brasil brasileiro? - Otacus maledettos.

Pois é. Estou de volta dentro de tão pouco tempo... Acho que to revoltada demais pra uma semana só. <3

Hoje, esbarrei com uma fotinho ridícula, que mostrava os uniformes koreanos, japoneses, americanos e brasileiros, de forma a denegrir os uniformes brasileiros. Isso da nova população "otaco" que vem tomando conta do facebook, depois que o orkut foi deixado às cinzas.
E eu não estou falando de otakus na definição brasileira, porque otaku brasileiro tem bom senso, e maturidade o suficiente pra não precisar exaltar sua preferência cultural por meio do rebaixamento das outras. E isso vale para rockeiros/funkeiros/baladeiros e afins.
Mas, essa situação só serviu pra mostrar algo que nossa cultura já conhece bem: Síndrome de Cachorro Vira-Lata.
O brasileiro tem mania de achar que tudo no exterior é melhor do que aqui. Eu já viajei muito, e afirmo o seguinte:
- Nosso metrô é melhor que o de Roma;
- Nossa comida é a melhor de todas;
- Os americanos são mais influenciáveis que nós (sim, a manipulação lá é pior ainda);
- Roma é linda, mas o cuidado com os monumentos é uma m*rda e a cidade é uma bagunça;
- De todos os lugares que já fui, nossa paisagem natural é a mais linda de todas;
To exaltando o Brasil? Não. Nossa saúde está desesperadora, nossa educação mais ainda e, nossa segurança, então, nem se fala.
O que eu to querendo dizer aqui é:
A culpa de tudo isso não é de ninguém além de nossa, do povo brasileiro.
E, quando digo povo, eu digo todo mundo, de políticos a analfabetos.
O que me dá verdadeiro asco é ver esse bando de pré-adolescente idiota sacaneando o próprio país, quando não mexem um dedo pra fazer alguma diferença nele. O que me dá ódio é ver até universitário reclamando da educação no país, quando não aparece em uma aula, não presta atenção quando aparece e, quando chega a prova, cola mais que superbonder.
O que realmente me revolta é ver a quantidade de gente falando mal dos políticos, quando, eles, nada mais são do que o reflexo de suas origens: o povo brasileiro com todas as suas "convicções" culturais - preguiçosos, "malandros", ladrões, mentirosos e sem nenhum pilar moral pétreo, que trocam um voto por asfalto quando isso não deveria ser considerado favor, e sim obrigação do nosso governo.
Sim, o Brasil está um lixo... Mas o povo, no geral, não está tão melhor assim.
Então, se não gosta de viver no Brasil, você tem duas opções:
- Arranjar o dinheiro e meter o pé, pra nunca mais voltar;
- Fazer algum esforço pra melhorar o seu país, e fazer com que, assim, você se sinta feliz vivendo nele.

Bullying & outras coisas

Pois é, depois de um hiato fenomenal, estou finalmente fazendo um post.

Não vou para o copy/cola, e muito menos vou ficar revisando loucamente o que vou escrever aqui.

Sabe aquela história de que somos nós que criamos a cobra que, mais tarde, vai nos morder? Pois é.

Nesse ano belíssimo, de tantos progressos (há, vontade de rir dessa palavra) em que estamos, um episódio chocou o mundo. Alunos nos EUA (um país de primeiro mundo, wow) amarraram um colega, o amordaçaram e saíram arrastando-o por aí dentro da sala de aula, com a ajuda do professor. Parece piada, ou cena de filme de comédia -bem duvidoso, por sinal - mas não é.

Silent Hill 2 - O Trailer



Finalmente saiu o trailer do novo filme de SH. Aparentemente, foi baseado no 3o jogo da série.

E aí, animado pra ver? Eu sei que EU estou rs

Desarmamento... A favor ou contra?

E aí, pessoal? Hoje estou aqui para falar de um assunto bem sério: desarmamento no Brasil.

Vou postar duas reportagens, e, caso você esteja lendo isso aqui, espero que leia até o final. Deixe sua opinião nos comentários.

Já, de início, vou deixar bem evidente aqui: Eu sou totalmente contra o desarmamento, até porque, aqui no Brasil, as armas que matam nossos cidadãos todos os dias (lembra de Realengo? Pois é) são armas de origem ilegal. Acredito ser ingenuidade afirmar que estamos mais seguros com o cidadão de bem desarmado, até porque, se "a bandidagem" souber que todos têm facilidade de conseguir uma arma legalmente, ela iria pensar duas vezes antes de abordar uma pessoa de bem na rua. Porém, tenho uma profunda ressalva: A arma deve ser utilizada como instrumento de defesa e não de ataque. Espero que só seja utilizada quando não houverem outros meios de deter o agressor. Tenham isso em mente.

1a Notícia

Atirador comprou arsenal antes do massacre em cinema no Colorado

Receita: Cookies

Quem nunca ficou com água na boca de ver aquele cookie com gotas de chocolate derretidas e um cheirinho delicioso de baunilha? Bom, eu sei que fico maluca quando meu namorado faz.
Aqui está uma ótima receita para você que quer tentar. Então, vamos lá?




Você vai precisar de:

125 g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
3/4 xícara de açúcar
1/2 xícara de açúcar mascavo
1 ovo
1 3/4  xícara de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
300 g de chocolate meio amargo picado
1 colher (chá) de essência de baunilha Para fazer cookie de chocolate, acrescentar 1/4 de chocolate em pó

Modo de preparo

1:. Misturar manteiga, açúcar mascavo, açúcar e essência de baunilha (adicione o chocolate em pó caso queira cookie de chocolate com gotas de chocolate)
2:. Adicionar o ovo batido aos poucos, misturando bem.
3:. Adicionar a farinha aos poucos, e ir misturando bem.
4:. Pode ser na mão ou na batedeira (eu, pelo menos, fazia na colher de pau. Na batedeira gruda e na mão despedaça.)
5:. Por último, adicionar o fermento e misturá-lo só para incorporá-lo à massa.
6:. Depois da massa bem misturada, adicionar o chocolate picado (as bolinhas podem ser pequenas, pois ele se espalha enquanto assa)
7:. Coloque a massa na geladeira por 20min, e, depois, coloque para assar.
O tempo do forno não é muito certo. Por isso, tome cuidade e fique observando.

Retirado de ( http://tudogostoso.uol.com.br/receita/94434-cookie-americano-perfeito.html )


Silent Hill 2(filme): Será que sai?

A sequência de Silent Hill seria escrita pelo roteirista Roger Avary mas conhecido pelo seu trabalho "Pulp Fiction: Tempos de Violência". Porém, acho que vamos ter que esperar, pois ele foi condenado a um ano de prisão por homicídio culposo. Após dirigir alcoolizado o roteirista perdeu o controle do carro, bateu em uma cabine telefônica e, no acidente, sua esposa morreu.
Agora, não se sabe que providências serão tomadas em relação ao filme "Silent Hill 2" se será adiado ou se outro roteirista vai ser contratado para escrever a sequência.
Também não se sabe se será uma continuação do primeiro filme ou se será um filme independente do primeiro, seguindo os games.
Até lá, curiosidade à mil.

Esse post foi retirado do meu antigo blog. rs

Que tal um update?

Silent Hill 2(filme) sai sim, para a alegria dos maníacos como eu!

A prisão de Avary atrasou o filme em um ano, porém começaram a filmá-lo na primeira semana de fevereiro de 2011, terminando no dia 6 de maio.

Os atores que até então estão cotados para o filme são Adelaide Clemens como Heather e o ator Kit Harington.

Pelo visto, será uma produção baseada no 3o jogo da série, e será lançada no dia 16 de outubro de 2012.

E você aí, tá animado?

Segue o poster do filme (não sei se é oficial).




"As funkeiras também amam"

Li um texto super interessante há algum tempo atrás, e acho que vale a pena kibar postar aqui. rs
Com créditos, claro.

Retirado da revista Gloss
Não possuo direito algum sobre o artigo.




As funkeiras também amam - Nem só as princesas são encantadas: o amor é para todas, não exige atestado de bom comportamento

Por Sílvia Amélia de Araújo, publicado na revista Gloss 04/12.


Vi duas imagens juntas em um post do Facebook. De um lado, mulheres de biquíni dançando na praia. Do outro, uma garota dando xarope na boca de um cara doente. Não lembro exatamente o que o post dizia, mas a mensagem era: aquela que dá xarope é a verdadeira mulher, a que merece ser amada. As de biquíni seriam as cachorras em quem um homem jamais poderia confiar. Não curti e apertei a tecla imaginaria “Me poupe”.

Attention Whor(ing) | Perversão da fama

Então, vamos começar o dia de hoje falando de algo incrivelmente irritante, que - mesmo sem admitir - todo mundo aqui já fez em algum momento da vida. Attention whoring (apesar de eu ter minhas ressalvas quanto ao uso de whoring. Acho que isso é assunto pra outro post)

O que é isso?

É quando uma pessoa se faz de coitada para que outros lhe dêem atenção. É esta pessoa se vendendo à elogios baratos, com o único intuito de tapar crateras no próprio ego. As pessoas costumam associar a prática à um

Estreando... | Forma interessante de reciclagem

Hey, pessoal!
Bom, estou inaugurando essa porcaria aqui hoje, já que não tenho muito mais o que fazer e são 4 da manhã.
Vou aproveitar pra postar uma forma interessante de reciclagem. <3

Luminárias
Sim, você leu exatamente isso. Luminárias!
Bom, minha odisséia ontem foi super interessante. Eu estava vendo truques e dicas para filmar videoclipes (já que pretendo fazer isso como um bico), e algo muito importante ali era a iluminação. Vídeo vai vídeo vem, me toquei que precisaria ou construir a minha luminária ou comprar uns conjuntos de iluminação caríssimos. Adivinha qual opção a sovina aqui escolheu? rs
Aí encontrei dois vídeos bem interessantes, que dá pra você pegar aqueles objetos que estão largados aí pela sua casa e dar um uso. Se liga: